segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Pequenos trechos

Meus pensamentos estão tão confusos. Todos os caminhos me levam a você. Até os atalhos. Talvez um dia eu te mostre todos os teus textos, talvez você nem fique sabendo, desconheça cada palavra de carinho que me inspirou.
Escrevo sempre, textos para aqueles que de alguma forma me tocam. Seja com atitudes ou palavras. Pedro querido, estamos distantes, não nos conhecemos. Desconheço muitos dos teus gostos, planos, sabemos tão pouco a nosso respeito. Quero deixar registrado, a imensa vontade de te ver, poder te tocar. Dialogar. Ter teu carinho perto. Sentir vibrar. Confesso que me encantou, entorpeceu, pirou. Obrigada, por toda verdade depositada na nossa pequena relação! Que o destino se encarregue e que o universo conspire a nosso favor. Caso contrário, obrigada!

domingo, 24 de agosto de 2014

Wild World

Está quente e eu tenho insônia. Sei que aí está frio e você já deve estar sonhando. Também sei que estamos longe, mas não estamos distantes. A distância existe, é real, mas não há um distanciamento entre nós, pelo contrário. Entre um gole e outro de suco de maracujá quente eu descubro que o que nos une é verdadeiro.
No dia trinta e um de dezembro de dois mil e seis eu olhei para o céu, tentei imaginar aonde estava você, como estava você. Tentei visualizar o seu rosto, o seu sorriso, os seus abraços de felicitações de ano novo. Tentei sentir a sua bebida gelada e o seu corpo quente. Depois da meia-noite eu olhei para o céu e uma estrela me chamou a atenção. Era grande, forte, tinha uma luz diferente das outras. Era uma estrela especial. Brilhava. Se destacava. Olhei para ela, fechei os olhos, fiz um pedido.Eu pedi para você ser feliz. Pedi para você ter um ano bom, para você ter paz, aquela paz com sabor de qualquer fruta boa e doce. Pedi para você atingir as suas metas. Pedi para você sentir o meu abraço. Meus braços lhe envolvendo e lhe tirando todas as energias negativas, todos os problemas, todos os temores. Pedi para você sentir o meu beijo. Minha boca lhe tirando todas as palavras, desamores, desilusões e dificuldades.O terceiro nó é seu, mas não pedi você para mim. Pedi para a vida andar no seu rumo, de acordo com as suas leis. Pedi para ser feito o melhor para nós dois, mesmo que isso me mantenha longe de você.Não sou egoísta, nunca pretendo ser. Hoje eu descobri que o mundo é selvagem, como diz Cat Stevens. "Agora que eu perdi tudo para você" eu lhe digo: o perder não me torna pior. O perder não me torna fraca. Esse perder tudo para você não quer dizer que estamos em uma competição. Quer dizer que eu perdi o que eu tinha, para poder lhe dar. Nós só descobrimos o quanto um sentimento é intenso quando adquirimos essa capacidade de perder tudo para o outro. E eu perdi.Lembro o dia em que lhe conheci, mas não me recordo o instante em que perdi tudo. O amor não tem tempo. Não dá tempo. Perde-se no tempo. Reencontra-se no tempo. Acha-se no tempo.Hoje eu descobri que você é mais do que eu supunha. Mais do que eu pensava. Que você é e sempre foi tudo que eu queria, quis e quero. Odeio essa frase, mas "o que tiver que ser, será". E será mesmo. Mas eu preciso lhe dizer: não posso lhe prender, lhe amarrar, lhe soldar ao meu corpo. Você pode ir para lá, vir para cá. Eu posso ir para aí, ir para lá. Somos livres. E isso nos mantém ligados.
"But if you wanna leave, take good care I hope you have a lot of nice things to wear But then a lot of nice things turn bad out there..."



domingo, 10 de agosto de 2014

Mais um texto

Quando te conheci, não criei expectativas. Sempre te vi como "mais um" dos caras que eu me "relacionava" e perdia logo em seguida. Os dias foram passando e esse seu jeito foi mexendo comigo. Foi chegando e se instalando ali no pensamento e hoje não existe um dia sequer que eu não pense em você. Até nos meus textos você mora. Nunca pensei passar por algo assim. Algo parecido, só na adolescência. Não sei se é certo, deixo rolar. Meu coração tá preparado, aguenta o tranco, só não aguenta ficar longe de você. 

domingo, 3 de agosto de 2014

Você

Fica aí. Bem longe e nem tenta chegar perto. É o melhor. Não dá pra te tratar igual trato todos, você é diferente. Uma exceção. Raridade. Único. Talvez seja mais precioso que eu possa pensar. Chegou assim de mansinho, tão de repente e inesperado, conseguiu bagunçar tudo por aqui. Minhas convicções e certezas estão por um triz desde a sua chegada.
Virou fonte de inspiração, tudo que escrevo ou penso tem um pouco ou tudo de você. Tão simples. Menino. Tão humano. Homem. Um misto de ambos. Ficar perto de você pode ser perigoso, tanto que, te afasto e penso que não posso te ter.